Você está em: Home >> Notícias >> União vai investir R$ 13 milhões em parques tecnológicos no RS
 
- Procurar Notácias  
 
 
 
16/04/2012 | União vai investir R$ 13 milhões em parques tecnológicos no RS

Dois dias depois do anúncio dos editais para ciência e tecnologia pelo governador Tarso Genro, o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, anunciou o investimento de R$ 13 milhões para a construção de quatro parques tecnológicos, em centros universitários de Novo Hamburgo, Pelotas, Santa Cruz e Lajeado.

Em visita à Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), antes da visita ao governador, Raupp disse que o anúncio confirma apoio total à política estadual. E garantiu que o governo vai promover estudos com o objetivo de dobrar os investimentos federais em Ciência e Tecnologia. “Cooperação e convergência total com a política gaúcha. Vamos apenas fazer ajustes porque existem coincidências de objetivos e de visão sobre o que precisa ser feito”, falou ao deixar o gabinete do governador nesta sexta-feira (14). “Isto (anúncio dos investimentos) foi uma demonstração de que vamos agilizar os projetos de interesse do governo. Existem muitos parados há anos no Ministério”, falou.

A aprovação do projeto, oriundo do Instituto Tecnológico de Semicondutores da Unisinos (IT Chip), ocorreu em março. Nesta sexta-feira o ministro conheceu pessoalmente o sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação da universidade e a sala limpa da empresa HT Micron, onde acontece a produção de semicondutores em escala industrial.

Raupp acompanhou também a assinatura do contrato de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Semicondutores entre a universidade e a HT Micron. O acordo significa que a empresa passa a investir em pesquisa na Unisinos em decorrência do Programa Federal de Apoio à Indústria de Semicondutores (Padis). Isso resulta na formação de recursos humanos especializados, prestação de serviços tecnológicos altamente qualificados e pesquisa aplicada em semicondutores.

“É um projeto que eu já conhecia. É de grande qualidade. Estamos ainda estudando, mas, certamente merecerá todo nosso apoio. Tem o governo gaúcho e parceiros internacionais envolvidos. Vamos participar também”, garantiu.

 

Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação teve agenda com o governador Tarso Genro no Palácio Piratini na tarde de sexta-feira (13) | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

“Queremos dobrar os investimentos nos estados”

Na visita em Porto Alegre, o ministro Marco Antonio Raupp também teve reuniões na secretaria estadual de Ciência, Inovação e Tecnologia, FAPERGS, TecnoPuc e Museu de Ciências da PUCRS. “Nossa linha é monitorar os projetos em desenvolvimento e ajustar a parceria do governo federal. Estamos fazendo isso em todos os estados. Queremos dobrar as verbas de investimentos que estamos fazendo”, disse.

Há dois meses a frente da pasta, Raupp disse que ainda está se apropriando dos projetos e programas em andamento no país. Sobre a empresa pública de semicondutores criada em 2008 no Rio Grande do Sul e ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), CEITEC S.A, ele disse que está sendo discutida em Brasília formas de incremento para a empresa. “Aprovamos recentemente a liberação de vagas para contratação de 180 profissionais para o CEITEC. Serão selecionados para contratação permanente. Já é um apoio”, falou.  “Vamos também ter programas de financiamento via programas da FINEP para aprovação de projetos do CEITEC para atualização de laboratórios e novos projetos que possam inserir o CEITEC no mercado de chips. Não podemos ter pressa. É uma tecnologia complexa e que poucas pessoas dominam no mundo. Na Coreia isso levou 11 anos para ser implantado”, comparou.

 

Raupp anunciou o investimento de R$ 13 milhões para a construção de quatro parques tecnológicos, em Novo Hamburgo, Pelotas, Santa Cruz e Lajeado | Foto: Ramiro Furquim/Sul21

“Banda larga será oferecida por satélite”

Perguntado sobre o andamento do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) e a recente medida de desoneração fiscal das operadoras de telecomunicação para ampliar a rede no Brasil, o ministro Marco Antonio Raupp fez uma fala mais conceitual e deixou a responsabilidade apenas com o Ministério das Comunicações. “A comunicação está dentro dos requisitos que uma sociedade moderna tem que ter como direito assegurado para o exercício da cidadania. O PNBL é um programa para oferecer banda larga por preços populares e combaterá as desigualdades territoriais no acesso”, falou. E complementou: “O PNBL é um projeto que está sobre responsabilidade do Minicom e a Telebras será a executora”.

Ele salientou que as dificuldades técnicas de instalação de backbones para disponibilizar banda larga no país levaram o governo a adotar a tecnologia de sinal de satélite. “É mais caro, mas é uma contingência da realidade brasileira. É uma iniciativa que o governo optou para poder implantar a banda larga. Mas toda a articulação industrial estará sob responsabilidade de uma empresa nacional, que é a Embraer”, salientou.

O novo satélite que será construído para levar internet banda larga a regiões remotas exigirá investimentos de R$ 750 milhões. Porém, irá possibilitar a chegada da banda larga a municípios da região amazônica e outras áreas remotas difíceis de cobertura.

Por Rachel Duarte

Publicado no Sul21

 
Últimas Notícias
 
06/08/2018   -- João Goulart Filho É Aclamado Candidato A Presidente Em Convenção Nacional Do PPL
20/07/2018   -- EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONVENÇÃO ESTADUAL
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
20.07.2018
 EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONVENÇÃO ESTADUAL.
13.03.2018
 PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República.
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br