Você está em: Home >> Notícias >> Brasil sofreu espionagem comercial dos EUA, revelou jornalista do The Guardian
 
- Procurar Notácias  
 
 
12/08/2013 | Brasil sofreu espionagem comercial dos EUA, revelou jornalista do The Guardian

O jornalista americano Gleen Greenwald, do The Guardian, que revelou as primeiras informações da rede de espionagem mundial dos Estados Unidos, a partir dos vazamentos do ex-técnico, Edward Snowden, afirmou que o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon, parabenizou a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês) pela espionagem feita contra o país.

"Tem uma carta muito interessante assinada por Thomas Shannon onde ele festeja com a NSA a espionagem que os Estados Unidos fizeram no país antes de uma conferência internacional onde foi fechado um acordo econômico. A espionagem deu ao governo americano muita vantagem para saber as estratégias do Brasil", disse em audiência pública na Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado, na terça-feira (7).

Segundo o jornalista, os EUA levaram vantagem sobre o Brasil no referido acordo, graças à espionagem feita pelo governo americano, que revelou as estratégias brasileiras. Ele também desmentiu a justificativa dada por Thomas Shannon ao governo brasileiro de que os EUA estariam apenas monitorando "metadados", como tempo de ligações telefônicas e destino de e-mails.

"O governo americano tem capacidade de invadir e-mails, não só metadados. Assuntos que estão sendo discutidos no e-mail, no telefone. Esse programa é mais poderoso, mais assustador sistema que já tivemos", afirmou. Greenwald relatou que a NSA tem acordo com as nove maiores empresas de comunicação do mundo – incluindo Apple, Microsoft e Google – para ter acesso aos sistemas dessas companhias.

O jornalista refutou a versão de que a espionagem teria o objetivo de identificar ações terroristas. "Desde o 11 de Setembro a desculpa é que os americanos fazem tudo pela segurança nacional, mas a realidade é o oposto. Há muitos documentos que não falam em terrorismo ou proteção nacional, mas falam sobre competição entre empresas, sobre acordos econômicos, sobre levar vantagem em contratos multilaterais", ressaltou.

Greenwald revelou que possui 20 mil documentos fornecidos por Snowden.

 

 
Últimas Notícias
 
06/08/2018   -- João Goulart Filho É Aclamado Candidato A Presidente Em Convenção Nacional Do PPL
20/07/2018   -- EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONVENÇÃO ESTADUAL
17/04/2018   -- Cientistas Engajados disputarão as eleições em 2018
13/03/2018   -- PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República
12/03/2018   -- PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil
 

 
Voltar


 Comente
 
COMENTÁRIOS:
20.07.2018
 EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONVENÇÃO ESTADUAL.
13.03.2018
 PPL apresenta candidatura de João Goulart Filho a presidente da República.
12.03.2018
 PPL decide: João Goulart e Léo Alves para Presidência e Vice-Presidência do Brasil.
02.02.2018
 Aposentados fazem desfile-protesto contra assalto à Previdência.
02.02.2018
 Gasto com juros foi de R$ 400 bilhões em 2017.
02.02.2018
 Servidores Públicos reforçam convocação de greve geral dia 19.
02.02.2018
 ALERGS não vota o pacote de Sartori.
02.02.2018
 Governo do RS deixa metade dos servidores sem salário.
02.02.2018
 Filho de Jango é lançado presidente em São Borja.
22.01.2018
 Resolução da Executiva Estadual do Partido Pátria Livre – RS.
15.01.2018
 João Vicente Goulart condena “desmoralização” do Ministério do Trabalho.
15.01.2018
 Eleição com Lula é fraude!.
15.01.2018
 Ha-Joon Chang: “O Brasil está experimentando uma das maiores desindustrializações da história da economia”.
27.11.2017
 A vice-presidente do PPL/RS recebe homenagem da ALRS alusiva à Semana da Consciência Negra.
[+ Notícias]

Correio Eletrônico: pplrs@pplrs.org.br